quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SER GASTROPLASTIZADA É...


... Ter a chance de um novo recomeço
... Ver o sonho de anos se realizar
... Se arrepender por não ter feito a cirurgia muito antes
... Aprender a cada dia a lidar com novas limitações
... Não pensar sempre em comer, mas, o que comer e como comer
... Saber priorizar os alimentos que vão lhe fazer bem
... Ter que fazer a sua parte a cada dia
... É saber entender o que acontecerá no seu corpo e estar disposta a enfrentar todas as mudanças
... Ficar feliz a cada roupa perdida
... Correr louca à procura de uma balança, quando na verdade passou a vida toda fugindo dela
... Pensar que valeu a pena contar nos dedos o tão esperado dia da cirurgia
... Morrer de medo que alguma coisa dê errado
... Relembrar do nervosismo que foi caminhar pelos
corredores do hospital em direção ao bloco cirúrgico
... Sonhar com roupas descoladas a todo instante
... Falar de redução de estômago até cansar e
cansar
... Se emocionar de verdade ao ver fotos antigas
... Conhecer várias outras pessoas
gastroplastizadas no orkut e ficar trocando figurinhas
... Querer ver todas as fotos de pessoas que já
fizeram redução e imaginar quando seu álbum estiver prontinho
... Usar roupas coloridas e abandonar as pretas
... Comprar roupas que eu gosto, não o que me
serve
... Ter o maior orgulho em dizer que fiz redução
de estômago
...Ser gastroplastizada é maravilhoso! Uma sensação mágica, única, indescritível! Uma mistura de todos os sentimentos possíveis... Uma luta diária
... Ter que ouvir comentários do tipo: já está
magra demais; se não tiver cuidado volta a engordar tudo outra vez;com essa dieta até eu emagrecia
... É saber que os olhares que antes eram de
preconceito e piedade hoje são de admiração
... É sentir saudades de todas as etapas vencidas
e ter a certeza de que se fosse preciso faria tudo novamente
... É celebrar as pequenas e grandes conquistas,enfrentar as privações e dificuldades e vibrar diante dos resultados.

terça-feira, 26 de julho de 2011

9 meses de gastro o que muda???

9 meses de Gastro...o que muda???
Oláá!!!!

Depois de meses de ovelha desgarrada, resolvi aparecer! =)


Bom...9 meses de gastro se foram e muuuitas coisas mudaram na minha vida... Me descobri bonita =), me descobri mulher, me descobri disciplinada, enfim me descobri... A vida de um gastroplastizado é normal, fato. O mundo não fica cor-de-rosa e de repente a gente descobre que emagrecer não muda tudo na nossa vida. Mas é claro que estou infinitamente mais feliz e mais realizada.

É indescritível a sensação de ver suas roupas ficando cada vez mais largas, e se olhar no espelho e se descobrir mais magra, aliás menos gorda né... Mas não serei injusta são 40 kgs a menos... e eu que há 9 meses estava pesando mais de 110kgs, hoje me alegro nos 70kgs. As neuras desapareceram, o medo de dilatar o estomago com água, torrada ou por comer mais que 2 colheres de sopa de comida também desapareceram... Os novos hábitos vieram, os meus limites também, hoje sei exatamente oq posso e oq não posso comer. Me arrisquei no doce, infelizmente ou felizmente não posso comer se não morro com dumping =/... Refrigerante não me faz a menor falta, experimentei Guaraná, mas achei sem graça, não preciso disso e enfim me libertei da Coca-Cola.... mas é claro q como todo viciado, eu não vou me arriscar no primeiro gole.
Faltam 10 kgs pra eu chegar na meta que o médico estabeleceu...mas a minha meta pessoal é 55 kgs e enquanto não atingir este peso, nada de plástica. Em falar nisso, a gravidade é cruel meninas =p kkkkkk Mas não tenho do que reclamar, enfim a futura ex-gordinha, deixa de ser futura e vive o presente =)

EScolhas são apenas escolhas

Antes de operar, eu tinha certeza de que a redução de estômago era praticamente um milagre na vida de pessoas como eu, que sempre adorei comer e comer bem, praticamente a salvação. Eu poderia comer de tuuudooo!!! Uauuu! Mas só um pouquinho...

Ao longo destes 9 meses de operada, percebi q literalmente a vida é feita de escolhas e a alimentação também, no início tudo é mais fácil, porque você bebe água, porque só pode beber água, você não come doce, porque doces ainda não estão liberados e sua nutricionista e seu médico te apavoram com o desesperador "dumping".
Porém, o tempo passa e a vida volta ao normal, o primeiro dumping chega e você descobre que realmente é uma sensação horrível, mas passa. Daí você descobre que existem coisas que "descem" mais facilmente (no meu caso macarrão, que infelizmente amo!) e daí você começa a entender o porque algumas pessoas voltam a engordar depois da gastro.

Quero ser saudável, quero ser magra, quero honrar todo o esforço da minha anjinha linda, minha mãezinha q fez de tudo pra eu operar, enfim... Não tomei uma atitude tão extrema pra botar tudo a perder..


Enfim, percebi que é melhor uma maçã do que um brigadeiro, é melhor um bom prato de arroz, feijão, carne e legumes do que um lanche, é melhor uma torrada integral do que 1 pão francês, é melhor um bom copo de Bonafont do que um copo de Coca-cola... E a vida é boa assim! Acredite que é! Vivemos normalmente sem nos entupir de doces e frituras o tempo todo! Mas é claro, ninguém é feliz se privando do que gosta o tempo inteiro. Daí você descobre que deixar pra comer aqueeeele bolo de chocolate no sábado na companhia do seu amor é a melhor coisa do mundo! É chato aproveitar isso sozinha.. :p


De resto, o melhor da vida é vive-la com leveza e alto astral. Pra que eu vou comer algo q com certeza vai me gerar culpa, vai estragar meu dia, e com certeza ao acordar no dia seguinte me lembrarei do deslize e ficarei com arrepios ao olhar minha companheira de luta "a balança".
Hoje luto pelos meu 60kgs... Estou com 70 kilos Sou uma obesa em tratamento e não vou me esquecer disso pelo resto da minha vida, então o pode e não pode tá valendo, e quem vai ganhar no final serei EU, claro se fizer as escolhas certas ;)

O que considero mais importante nessas descobertas é o desejo de mudar, deixar p/tras todos os velhos costumes, estou apaixonada por mim mesma e pela minha saude. Porem, nada disso seria possivel sem que Deus estivesse prensente, me sustendando a cada dia e me fortalecendo.

Bjo Grande!!!!

o que aprendi com a gastroplastia


1º Aprendi que obeso é um doente e não um preguiçoso


2º Aprendi que obesidade mórbida é uma doença reconhecida pela ANS (Agencia Nacional de Saúde) e Que a cirurgia é um tratamento cirúrgico indicado pra essa doença, e que os convênios são obrigados a realizar.


3º Aprendi a ser menos ansiosa.


4º Aprendi a mastigar devagar e em pedaços pequenos.


5º Aprendi a saborear os alimentos.


6º Aprendi a me colocar em primeiro lugar quando necessário.


7º Aprendi que sou tão importante quanto qualquer outra pessoa.


8º Aprendi que devo ser humilde e ouvir os conselhos de quem nos ama.


9ºAprendi que nem todos os problemas e fatos da vida são culpas minhas, às vezes ele simplesmente acontecem.


10º Aprendi que não posso ser responsável por tudo que me cerca.


11º Aprendi a dizer não.


12º Aprendi a rir de situações ruins.


13º Aprendi que devo ver momentos negativos de forma mais positivas.


14º Aprendi a correr atrás dos meus desejos.


15º Aprendi a não ter medo, mas se tiver medo... Enfrenta-los.


16º Aprendi que o obeso nunca vai ser magro, vai ser apenas um ex-gordo.


17º Aprendi que pro resto da vida ainda terei que me cuidar pra não engordar de novo a cirurgia não é um milagre é somente um recomeço.


18º Aprendi que exercício físico é fundamental pra minha saúde.


19º Aprendi a escolher o alimento que merece estar dentro do meu corpo.


20º Aprendi a pensar na comida não como mero prazer e sim como uma necessidade pra minha saúde, tenho que ter equilíbrio e razão na escolha dos alimentos.


21º Aprendi que devo seguir todas orientações medica da equipe.


22º Aprendi a cuidar de mim.


23º Aprendi que não devo mudar meu jeito de ser somente pra agradar alguém, se esse alguém não aceita meu jeito de ser, que pena, perdeu uma bela amizade.


24º Aprendi que sou uma linda mulher e mereço ser elogiada.


25º Aprendi que só um obeso entende outro obeso.


26º Aprendi que aquele que é contra a sua cirurgia ou tem medo por vc (por amor) ou por inveja.


27º Aprendi que a força que tinha sempre existiu só que o medo de ser o que sou me impedia de lutar e me fez engordar.

sábado, 25 de dezembro de 2010

BY PASS em Y de ROUX

A técnica utilizada foi a de Fobi e Capella: By-pass gástrico com derivação em “Y de Roux” .
Consiste em grampear o estômago reduzindo a sua capacidade e o seu espaço. O novo estômago fica com um tamanho de cerca de 50 ml. Unindo-se a isso, foi feito um desvio do intestino que foi ligado ao novo estômago.
A minha operação foi por vídeo laparoscopia e o meu médico foi o Dr.Marino josé mardegan